sexta-feira, 16 de janeiro de 2015



Não sei dizer a idade que tenho. Mas sei que sou jovem demais para questionar se no passado fiz as perguntas certas, e velho demais para esperar que o futuro traga todas as respostas.

Um comentário:

Cidalia disse...

Faz tanto tempo que não vinha aqui. :( Adorei a reflexão por me identificar tanto com ela! Continua o bom trabalho ;)
bjuss **